Você exercerá melhor sua inteligência emocional à medida que:

For paciente e compreensivo com o cliente.

Tiver uma crescente capacidade de separar as questões pessoais dos problemas da empresa.

Entender o que o foco "fúria" do cliente não é você, mas sim, a empresa. Que você só está ali como uma espécie de "para-raio".

Não fizer prejulgamentos dos clientes.

Entender que cada cliente é diferente do outro, que ele tem suas expectativas e necessidades particulares, portanto, diferenciadas;

Entender que para você o problema apresentado pelo cliente é um entre dezenas de outros. Para o cliente, não, o problema é único, é o problema. Dele.

Entender que o seu trabalho é este: atender o melhor possível; para tal, tem que adquirir uma capacidade elástica de suportar "ofensas", "desagrafos" e "desaforos".

Entender que você e a empresa dependem do cliente, não ele de você.

Entender que, da qualidade de sua REAÇÃO vai depender do futuro da relação do cliente com a empresa.

Extraído do livro AH EU NÃO ACREDITO - SERGIO ALMEIDA - Paginas 99 e 100.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.