Não há saber mais ou saber menos

Em um largo rio, de difícil travessia,
havia um barqueiro que atravessava
as pessoas de um lado para o outro.
Em uma das viagens, iam um
advogado e uma professora.
Como quem gosta de falar muito, o
advogado pergunta ao barqueiro:
- Meu caro barqueiro, você
entende de leis?
- Não, senhor - responde o barqueiro.
E o advogado, compadecido:
- É uma pena... Você perdeu
metade da vida!
O barqueiro nada responde.
A professora, muito social, entra
na conversa:
- Seu barqueiro, o senhor sabe ler
e escrever?
- Também não sei, senhora -
responde o remador.
- Que pena... - condói-se a mestra.
Você perdeu metade da vida!
Nisso, chega uma onda bastante
forte e vira o barco.
O canoeiro, preocupado, pergunta:
- Vocês sabem nadar?
- Não! - responderam eles
rapidamente.
- Então, é pena... - conclui o barqueiro.
Vocês perderam toda uma vida!

MORAL DA HISTÓRIA
"Não há saber mais ou saber menos:
há saberes diferentes". (Paulo Freire)
Todo trabalho é digno e deve ser
respeitado. Pense nisso e valorize
todas as pessoas com as quais
tenha contato.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.